Tomada de posse dos eleitos para a Assembleia de Freguesia

27/10/2009

sede_junta

No próximo Sábado, 31 de Outubro, pelas 16 horas na sede da Junta de Freguesia tomarão posse os eleitos para a Assembleia de Freguesia de Real.

Foram eleitos para a Assembleia de Freguesia os seguintes cidadãos:

Pedro Pina Nóbrega, Paulo Jorge de Sousa Lemos, António Manuel Correia Nunes e Manuel Martins Sarmento (CDU); Armando Amadeu Ferreira, Inácio Saraiva Bernardo e Paulo Jorge de Matos Ferreira (PPPD-PSD/CDS-PP).

Logo após a tomada de posse realizar-se-á a 1ª reunião da Assembleia de Freguesia com a finalidade de eleger os vogais para a Junta de Freguesia e os membros da Mesa da Assembleia de Freguesia.


Bem Hajam

16/10/2009

 

A CDU Real saúda e agradece em primeiro lugar, a todos aqueles que, das mais diversas formas, pública ou anonimamente, trabalharam e se empenharam com força e determinação nesta campanha eleitoral, e até mesmo depois dela, acreditando no nosso projecto autárquico e na lista de candidatos que apresentámos a sufrágio.

A votação traduziu-se no aumento da expressão eleitoral da CDU na freguesia de Real, com subida em número de votos (110 votos, face aos 65 de 2005) e em percentagem (45,83%, face aos 30,09% em 2005), passando a força maioritária na Assembleia de Freguesia e assegurando a Presidência da Junta de Freguesia.

Este resultado constitui o reconhecimento do trabalho dos eleitos da CDU nos últimos quatro anos. Trabalho que se pautou de forma intransigente e persistente, pela luta por aquilo que considera serem as justas aspirações e reivindicações da população e por outro lado pelo estrito cumprimento da Lei e do rigor das finanças da Freguesia.

A CDU agradece, uma vez mais, a todos os que depositaram o seu voto e a sua confiança na nossa candidatura, deixando a garantia de que nos próximos quatro anos a CDU continuará de forma intransigente e persistente, a lutar por aquilo que considera serem as justas aspirações e reivindicações da população da freguesia.

Não baixaremos os braços, respeitaremos a oposição e com a população governaremos a nossa freguesia rumo a futuro!


Vitória da CDU para Assembleia de Freguesia

12/10/2009

image

clique na imagem para aumentar

Fonte: http://autarquicas2009.mj.pt

A Presidência será da CDU.


Fim de Campanha

09/10/2009

Chegou hoje o fim da campanha eleitoral.

Foi distribuído o último documento que faz o balanço dos 4 anos de governo PSD e de oposição CDU na freguesia de Real.

Poderá consultá-lo aqui.

Agora cabe a cada realense e ribeirinho reflectirem o melhor para o futuro da freguesia!

clip_image002.jpg


Fim de campanha

09/10/2009

Chegou hoje o fim da campanha eleitoral.

Foi distribuído o último documento que faz o balanço dos 4 anos de governo PSD e de oposição CDU na freguesia de Real.

Poderá consultá-lo aqui.

Agora cabe a cada realense e ribeirinho reflectirem o melhor para o futuro da freguesia!

clip_image002.jpg


Esclarecendo a população

09/10/2009

Ontem houve uma sessão da Coligação PPD/PSD-CDS/PP na sede da Junta de Freguesia.

Quem se deslocou lá pensando que ia ouvir as propostas para a freguesia apenas ouviu criticas à CDU e aos seus eleitos.

Nada de novo e mal deixaram a população colocar questões.

Curioso foram os esclarecimentos que distribuiram (consultar aqui). Um rol de mentiras e inprecisões.

Que queremos esclarecer:

Cara População não se deixe enganar!

Foi ontem distribuído um documento intitulado “Esclarecimentos à população” pelos candidatos do PSD, pelo menos não falam no CDS, que mais não é do que um ataque à CDU e ao Pedro Pina.

Quanto à questão rendimento minimo e por se tratar de um processo sigiloso apenas dizemos o seguinte: Numa altura de grande dificuldade financeira e após seis meses sem trabalho o Pedro requereu em 2007 o rendimento mínimo sendo o mesmo recusado em 2008, tendo ele recorrido. Nunca recebeu nada e apenas pediu aquilo que achou ter direito naquela altura em 2007.

Quem o conhece sabe que ele sabe fazer muito mais para além daquilo que estudou, mas infelizmente é mais fácil ter emprego quem não tem canudo do que quem tem! É mais fácil ter emprego quem tem padrinhos do que quem não tem.

Tenham atenção porque quem falou sobre assuntos sigilosos da vida dele também poderá fazer o mesmo em relação a cada um de vós!  Acham que devem merecer a vossa confiança!

Não foi no 1º mas no segundo boletim que dissemos o destino do dinheiro que ganhámos na Assembleia de Freguesia. Dissemos que ele revertia a favor da Freguesia e não a favor da Junta. Todos sabem onde utilizámos o dinheiro, não foi para pagar os estudos dos nossos filhos ou para pagar a prestação do carro. No boletim que hoje distribuimos explicamos tudo.

Não quisemos que fosse alcatroado o caminho que servisse a freguesia dos outros. Quisemos sim que fosse alcatroado um caminho que serve as pessoas da Ribeira que têm propriedades junto desse caminho. Para quê a calçada agora? Será que vai resistir a um Inverno? O que interessa às pessoas da Ribeira terem ali calçada se o resto do caminho fica como está. Continuam prejudicadas!

Nunca recusámos a vinda de dinheiro para a Junta, vejam as actas da Assembleia de Freguesia. Não pudemos foi ractificar documentos que a Junta de Freguesia nunca mostrou à Assembleia de Freguesia. Além disso o PSD tinha a maioria, por isso não precisava dos votos da CDU nem do PS. Nós queremos uma Junta transparente e que não esconda nada.

Foi a CDU que propôs à Junta de Freguesia a modernização administrativa e aquisição de novo material informático e ligação à Internet, logo no início do mandato. A Junta de Freguesia nunca propôs tal coisa à Assembleia de Freguesia. Até porque apenas a Junta pode decidir sobre a aquisição deste material. Não se deixem enganar!

Não fomos só nós que dissemos que a R. das Cortes ficava inundada com as chuvas. Foi o Sr. José Belo, eleito pelo PSD, que puxou o assunto em Assembleia de Freguesia. E sabem o que o Sr. Armando disse: “Quando está a chover não é preciso ir à fonte”. Nós perguntamos, então que água se bebe?

Nós justificámos porque achamos que no Lg. do Sobreiro deveria ter os bancos e mesa em madeira. Porque seria um terço mais barato e com esse dinheiro poderia-se por exemplo colocar um grelhador ou usar noutras obras. A Junta tem que saber poupar o dinheiro que tem e não gastá-lo em luxos!

Nós não sabemos apenas criticar, nós criticamos e apresentamos propostas válidas e sugestões. Todos sabem o que fazemos. Vejam os 20 boletins que distribuimos porta a porta! Ninguém está aqui por interesse próprio.

Não sou o único candidato que não nasceu e nem foi criado na freguesia. Veja-se o número 3 da lista PPD/PSD-CDS/PP. E não é por isso que ele vale menos que os outros candidatos.

Não nasci cá mas considero esta freguesia como minha. Por isso, aos 24 anos, decidi deixar Lisboa, onde estão os meus pais, os meus amigos de sempre, onde tinha propostas de trabalho.

Decidi deixar tudo para vir viver para a nossa freguesia por achar que podia dar aqui o meu contributo através daquilo que aprendi e participei em Lisboa ao serviço da nossa freguesia.

Cara população não se deixe enganar!

DOMINGO VAMOS TODOS VOTAR CDU

clip_image002.jpg


Como trataram as nossas crianças

06/10/2009

Tendo como pretexto a reestruturação escolar crianças da freguesia de Real e das aldeias de Casal das Donas, Pereiro e Tibães tiveram que se deslocar para Castelo de Penalva e Vila Mendo sem quaisquer condições.

Vejamos a reportagem em que o Dr. Leonídio Monteiro demonstrou não estar a par da situação.

Porquê que colocou crianças a ter aulas numa sede de junta de freguesia com uma escola subaproveitada na freguesia de Real?
Porque não assegurou o transporte adequado sobre as crianças?

Vejamos o caso concreto das crianças da Freguesia de Real quando frequentava as Aulas de Enriquecimento Escolar no Castelo de Penalva e eram transportadas numa carrinha de nove lugares sem quaisquer condições.

Reparem bem na resposta do Dr. Leonídio Monteiro: “Neste caso concreto são apenas três alunos, portanto não se justifica sequer esta questão”. E esta questão era a obrigatoriedade do uso do cinto de segurança e das cadeirinhas.

Em declarações ao Diário de Viseu queixou-se da rigidez da nova lei que fez aumentar a segurança no transporte escolar!

Uma colisão a 50km/h sem protecção equivale a uma queda de um 3º andar!

Será que a vida de três crianças não vale nada para o Dr. Leonídeo Monteiro?

clip_image002.jpg